sábado, 16 de janeiro de 2010

Zilda Arns e o Haiti

O blog presta hoje uma homenagem à médica sanitarista Zilda Arns, morta em missão durante o terremoto no Haiti que vitimou milhares de pessoas. Seu sepultamento será hoje em Curitiba. A Dra. Zilda, fundadora da Pastoral da Criança, ajudou a salvar milhões de vidas em mais de 30 anos de luta, inclusive em Brasília, onde implementou a Pastoral e treinou as multiplicadoras.



Nossa homenagem se estende ao sofrido povo do Haiti, vitimado desde a colonização francesa e espanhola, que escravizou etnias africanas. Abandonado pelas grandes nações, o Haiti pede socorro. Se a opressão não foi capaz de atrair o olhar do mundo para o Haiti, talvez o terremoto cumpra esse papel e consiga salvar àqueles que sobreviveram de uma morte anônima no futuro. O apoio do mundo todo, a solidariedade e a construção coletiva de alternativas políticas e econômicas pode dar esperança ao povo haitiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário